Uma Passagem Para O Infinito: 2016

22/02/2016

Playlist: For him.


Quando você encontra alguém que está sempre lá por você, e você, não importa o quão mal esteja, está lá por ela também, bom, dizem que é amor. Quando você para de pensar em você e pensa mais no outro, quando você deixa de pensar no mundo que está caindo e só quer fugir pra um universo paralelo, onde só existe o sentimento e mais nada, ah meus caros, agora eu tenho certeza que isso é o amor. O problema é que eu descobri um pouco tarde de mais.
E sim, essa playlist é pra você, você mesmo, que está tão distante mas que nunca saiu de dentro de mim.


+Bônus! Músicas que não se encontram no Spotify:










Ok, podem me matar pela playlist infinita, nem vou falar que com certeza esqueci várias, mas foi feita cheia de amorzinho <3
Até a próxima! (Que não vai demorar muito, cof cof)

20/02/2016

Follow your dreams

Mais um texto lindo da Anne <3 Miga continua que tá maravilhoso!
Sabe aquele seu desejo mais profundo? Aquela coisa, que você pensa todo dia, e deseja ter/fazer. Então, corra atrás. Não existe coisa melhor nesse mundo do que a sensação de você conseguir algo tão almejado. É como se faltasse palavras para descrever o sentimento. É o mesmo que estar sonhando acordado. É maravilhoso. Ruim é quando você não vai atrás por medo de não dar certo, por causa de orgulho, medo de cair e se machucar. Mas lembre-se de uma coisa, você só cai e continua no chão se quiser. Machucados cicatrizam, a pele se renova, e só restará marcas. Não é errado correr atrás do que você quer, nem que ninguém concorde com você, não importa. A única coisa que importa é a SUA felicidade. Ative o foda-se para o mundo, se alguém te julgar um dia por isso, apenas olhe e sorria, porque aquela pessoa que te julga por ser sonhadora e correr atrás do que quer não é corajosa o suficiente para fazer o mesmo e apenas te inveja. Todos os dias encontramos pessoas que tentam nos colocar para baixo por causa de suas frustrações, por não conseguirem fazer o que gostariam. Lembre-se de uma coisa: não deixe nada nem ninguém te limitar, te impedir de ir atrás do que você quer, porque se você permitir, no futuro, quando você olhar para trás vai se arrepender profunda e amargamente por ter se deixado manipular por qualquer um. Viva. Apenas viva a sua vida, da forma que deseja. Esquece essa paranoia de padrão de comportamento ou beleza que a sociedade te impõe. Todo mundo é igual, não importa a cor da pele, ou do olho, a condição financeira ou social, a sexualidade ou religião. A única coisa que importa é não se importar e ser feliz.

Our stupid bad love song


Se eu te disser que essa canção já foi alterada diversas vezes você acreditaria?
É incrível ver o quanto ela cresceu e amadureceu junto comigo, você sabe, hoje ela é inteiramente parte de mim, ela cresceu e tomou conta de quem eu sou hoje, graças a você. Porque sem você, essa canção não existiria, me lembrando de que eu tenho sempre um lugar pra voltar, um abraço, um colo. Você se tornou meu lar e nem sabe disso, mas eu sempre volto pra você, por você.
Você descobriu a melhor parte de mim e fez com que ela aparecesse um pouquinho pra realidade, mesmo com todo o meu drama e as besteiras que eu faço, eu vou te agradecer eternamente por isso, mesmo que sejam de formas loucas como um obrigada perdido por aí ou um texto que você vai ler e não vai entender do que se trata.
Em tão pouco tempo você provou que é a pessoa mais incrível do universo, e que, mesmo você não aceitando, você tem mais qualidades que defeitos, e eles são incríveis também.
Eu espero que eu consiga suportar os longos dias até que a nossa hora chegue, sabe, quando o nosso infinito estiver pronto pra ser vivido, pra ser lindo. Seja 2 ou 10 anos, eu sei que vai acontecer.
E não importa o que aconteça, saiba que eu sempre vou estar com você da forma mais desesperada possível e que eu já sou mais você do que eu mesma.

13/02/2016

I still loving you

P.S: Esse texto não foi feito por mim, e sim pela minha amiga Ayane. Enjoy.
Uma garrafa de vinho, e Lana Del Rey tocando, para tentar me fazer te esquecer...
Eu sei. O que eu sei? Nada. Principalmente o porquê de você ter aparecido na minha vida há tantos anos, e ainda continuar nela. Cara, a vida as vezes só quer se divertir rindo de nós, enquanto choramos, mas de uma coisa eu sei, ainda vamos rir dela, e quem sabe com ela. Uns chamam de destino, outros dizem que é a falta de um ponto final. Mas.já.percebeu.que.um.ponto.final.nem.sempre.indica.fim? Quantos e quantos pontos finais já coloquei na nossa história, tantas árvores desperdiçadas quando arranquei as páginas que precisavam ser reescritas, ou as que joguei no lixo, queimei. Só que de certa forma, elas nunca saíram de onde deveriam. Mesmo sem querer, você sempre esteve comigo, por mais que eu tentasse me livrar. Tanta gente no mundo, tanta gente que já passou por nossas vidas, mas ninguém ficou, além de nós. Quantos beijos dados sem emoção porque não era quem eu realmente queria beijar? Já perdi as contas. Várias despedidas, nenhum fim. Cheguei a achar que o fim tinha acontecido há algum tempo, mas não. Meu coração me mandou, muitas vezes, procurar por você, mas não o fiz, até que você fez. Mais de mil noites perdidas pensando em você. Se não bastasse apenas as noites, dias também. Parei de ouvir músicas que me lembravam de ti. Comecei a beber para tentar te esquecer. Me entreguei a outras pessoas tentando preencher o vazio que minha vida era sem você. Me iludi. Me feri. Sofri. Cai. Levantei. Me recuperei. E tudo de novo. Toda vez que eu chorava, no fundo sabia que não era unicamente por um motivo, sempre foi uma confusão, um emaranhado de ideias e sentimentos perdidos dentro de mim, e que nunca se encontravam. Meu corpo tem registros do passado. Cicatrizes que ainda doem. Suportei dores físicas insuportáveis, somente para tentar aliviar as dores psicológicas. E de nada adiantou. Tentei de tudo, até que decidi parar. Encarei a vida de frente, dei minha cara para ela bater, mesmo com medo. Me tornei mais forte do que achei que um dia fosse capaz. Aprendi a sobreviver em meio a tantos monstros. Comecei a fingir, mentir, iludir. E aí eu descobri que a vida tem que ser dançada de acordo com a música que você ouve. Só que, tudo isso cansa. Da fraqueza, a força. Da doçura, a amargura. De pureza e inocência, a maldade. “Nunca fui uma garota com uma mente perversa, mas tudo parece melhor quando o sol se põe”. E isso tudo porque? Por sua culpa. Guardo tanta coisa dentro de mim, que nem eu mesmo consigo imaginar. Não conto para ninguém, porque serei julgada, chamada de boba, taxada como idiota. Mas não é nada disso. O único problema é que mesmo depois de anos, continuo te amando.

You may say i'm a dreamer, but i'm not the only one.


Geralmente eu guardo meus sonhos e desejos só pra mim, no meu universo paralelo, onde tudo parece ser melhor e mais fácil, onde mesmo eu sabendo de todos os riscos e possibilidades de coisas ruins acontecerem, os sonhos não se destroem, continuam com aquele mesmo aspecto de uma boa coisa, onde nada quebra aquela perfeição que só existe naquele lugar. Eu sei que eu não sou a única sonhadora, e também sei que cada sonho é diferente, cada um tem um toque pessoal de esperança e felicidade. Nossos sonhos são mágicos, pessoais e o nosso refúgio, pelo menos para mim. É o meu pequeno universo paralelo, onde tudo o que é ruim parece sumir, existindo só aquele momento bom.
A muito tempo atrás, passei a não me importar com as críticas que não me faziam bem, e sim a somente me prender à aquelas que me incentivavam e me davam mais vontade de continuar alimentando cada sonho que eu tenho.
Enquanto eu puder sonhar, eu sonharei. A cada sonho realizado, mais um entrará para a lista, por que cada sonho em nossa vida nos mostra o quão forte somos e o quão longe podemos chegar.

Love is not enough

P.S: Esse texto não foi feito por mim, e sim, pela minha amiga Ayane. Enjoy.
Há dias em que eu acordo, sento na cama, e fico perplexa, pensando em você. Em tudo que já passamos, o que você me prometeu. Uma vez você me disse que já mais me abandonaria, mas, cadê você agora aqui comigo? Prometeu nunca me machucar, e foi o que você mais fez durante tanto tempo. Você brincou comigo; mas nem por isso eu deixei de te amar. Éramos tão novos quando nos apaixonamos, dois inconsequentes e sem maturidade alguma para gostar de alguém. Brincamos, nos magoamos. E isso durante muitos anos. Quantas e quantas vezes eu deixei de dormir para ficar conversando contigo, era a melhor coisa do mundo; virar a madrugada jogando conversa fora, me divertindo, apesar da distância que sempre nos manteve separados. Às vezes eu me pergunto o porquê de isso acontecer logo comigo. Sei que conheceste várias outras garotas, mas porque logo eu? Nunca fui muito sociável, ou bonita. Também nunca me encaixei nos padrões de beleza impostos pela sociedade, mas de certa forma você foi colocado no meu caminho. E nunca saiu. Tantas brigas, lágrimas derramadas, sangue, idas e vindas. Quando você partiu pela primeira vez, eu achei que minha vida tinha acabado; mas depois consegui me recuperar. E você voltou. E foi assim durante muito tempo. Até que se passaram meses sem nenhum contato. Da última vez, achei que fosse o fim. Ou melhor, tive certeza. Mas aí você me apareceu dizendo sentir saudades de mim, e para completar, disse que eu sempre vou ter um lugar no seu coração, pelo resto da vida. Eu sendo mais prudente do que nunca, tentei não me deixar envolver com isso, fui fria, te fiz acreditar que não sentia nada, pareci não me importar, só que foi tudo mentira. Eu quis muito dizer o quanto sentia sua falta, mas não pude. Tive medo. Depois disso, sonhei contigo por vários dias. E você sumiu de novo. Senti muita vontade de te procurar, porque eu sei que isso não vai acabar tão fácil e que vale a pena tentar. É como se estivéssemos predestinados a ficarmos juntos. Mas é que as vezes, amor não é suficiente...

11/02/2016

I don't fucking care.


Sabe aqueles dias que você está de saco cheio das pessoas? De todo mundo mesmo, sem exceções.  Por mais zen que você tente ser, siga todos os mantras a risca, o ying/yang tá com o peixinho das energias negativas no poder agora. O volume máximo não dura muito tempo e não é agora que a paz interior vai fazer uma visita. Obrigada universo. Séeeeerio. Obrigada de verdade. Hoje eu vou te deixar orgulhoso e não vou mais me irritar tanto com isso. A bad não vai ficar pro almoço, de nada, e eu não vou ligar pro que a minha vó (que agora está carregada de energias negativas e eu não tenho um incenso) vai falar das minhas roupas estranhas e da blusa xadrez amarrada na cintura. Não vou ligar também se na rádio não vai tocar a música que eu preciso ouvir e se parece que todo mundo acordou do avesso hoje. Sério, chega. Sempre me irritei com o fato de que todos podem ficar irritados, mas quando eu fico, ah não, é um absurdo, você não pode ficar com raiva. Por que você tá com raiva? Eu tive um dia ruim, caramba, e só estou sendo eu mesma, lidem com isso. 
Por sorte, eu ainda tenho um ou dois livros que ainda não li.

Broken pieces and a lot of feels


Eu sempre fui boa em esconder as coisas, não seria algo pra se orgulhar, mas conforta sabe? Porque, de fato, eu sonhei com você umas 3 semanas seguidas, e eu acho que por isso apaguei tantas vezes assim que encostava no travesseiro. Porque eu sabia que, lá, naquele universo paralelo, eu sou capaz de fazer as coisas que eu sei que sou incapaz de fazer aqui, na vida real. Porque eu sei que, por mais que eu esteja tentando mudar de verdade, tentando ser mais confiante e mais segura de mim mesma, eu sempre vou olhar me olhar e me odiar, por não ser completa e segura o suficiente pra transbordar em outras pessoas. Por não conseguir manter um diálogo saudável pessoalmente, por não ter costume de dar bom dia e obrigada. Por me olhar e não me ver em mim mesma.
Sei que eu consegui me livrar de muita coisa que me fazia mal e a não me irritar com certas coisas, mas agora os problemas são comigo mesma, não são causados pelos outros. É sobre ser suficiente pra mim. É sobre olhar pra dentro e ver o caos que até hoje não encontrei a solução.
Você já deve ter percebido o quão inconstante eu sou e que nem eu mesma me entendo. Eu não queria que esse fosse mais um texto sobre coisas negativas, mas já faz parte de mim.
Eu passei tanto tempo tentando ser outras pessoas que me perdi no meu eco.

Eu não liguei


Quando eu me olhei no espelho hoje, eu estava (mais uma vez) parecendo um zumbi, e eu não liguei. De verdade, pela primeira vez, eu não liguei. Nas últimas semanas, eu não liguei. Não liguei se eu saí estranha na foto de família, tanto faz, eu nem gosto de sair em fotos. Não liguei quando criticaram várias vezes o fato de eu amar e só usar tênis All Star. Apesar de não ficar assim tão incrível em mim, eu gosto e pronto. Ultimamente a única informação que estou absorvendo é a que me faz bem. Ficar sem celular e internet me fez reafirmar o quanto eu estou de saco cheio do Facebook e o quanto assistir filmes e séries é maravilhoso, e que meu celular faz falta na hora de fotografar o por do sol incrível que aparece pela janela do quarto e os meus livros.
Estou tentando de verdade me amar um pouquinho mais, sabe? Aceitar que tudo bem se eu não for igual aquela menina maravilhosa que eu sigo no instagram, e que basta eu me amar e pronto. Que eu me sinta bem usando as roupas que eu quiser usar, mesmo com uns vários quilos a mais. Que eu não preciso ser branca, e que isso é paranoia da minha cabeça, que eu fui alimentando desde de criança. Eu sou assim e pronto, caramba! Todas aquelas garotas podem ser lindas, ótimo, que eu continue me inspirando nelas, mas que eu não me rebaixe por isso.

Playlist: Go Forth and Have No Fear



Ok, dois meses sem postar. Eu sei, eu sei, podem me bater, mas eu to tentando compensar antes que fevereiro acabe, já que, por conta da mudança, fiquei sem internet em janeiro.
Mas agora que eu já to aqui e com internet, estou planejando mais as coisas e pretendo postar uma coisa ou outra sempre por aqui.
A primeira playlist (de muitas) contém músicas que me ajudam a focar no meu objetivo aqui em SP, são músicas que me marcaram e que me inspiram.
Espero que curtam (e eu realmente tentei não colocar tantas músicas assim).
Lembrando que as playlists vão estar em constante atualização (porque eu sou incrivelmente tapada e esqueço várias músicas).